Warning: preg_match() [function.preg-match]: Unknown modifier 't' in /home/edufinan/public_html/wp-content/plugins/mobile-website-builder-for-wordpress-by-dudamobile/dudamobile.php on line 603
Sem desgosto: como colocar as contas em dia a partir do mês de agosto | Instituto de Educação Financeira

Finanças Pessoais

Sem desgosto: como colocar as contas em dia a partir do mês de agosto

O mês de agosto é popularmente conhecido como o mês do desgosto, do azar, do cachorro louco… algumas crendices populares e até a história explicam essa definição. Mas será que dá para evitar que esses maus agouros do oitavo mês do ano interfiram em suas finanças?

Que tal aproveitar o período para colocar as contas em dia, de olho no final do ano e planejando um 2012 melhor financeiramente?

A segunda fase do ano

Se o primeiro semestre começa depois do Carnaval, o segundo só começa em agosto, depois das férias de meio de ano. E são exatamente as férias que podem impactar nas contas deste mês.

Quem saiu de férias tem de se programar para pagar as contas referentes ao passeio, que começam a chegar. Mesmo quem pagou toda a viagem antecipadamente agora vai receber a fatura do cartão de crédito e deve estar programado para esta despesa.

Além disso, é hora de comprar material escolar para o segundo semestre letivo e começar a programar as férias de dezembro, que se juntam com festas e contas de início de ano.

Vale lembrar que quem saiu de férias em julho recebeu o salário do mês antecipadamente e, no início de agosto, não terá nada no contra-cheque.

Planejamento é fundamental

Partindo do princípio que você se planejou e que o dinheiro para as contas típicas de agosto está reservado, vale fazer um planejamento para os próximos meses. A restituição de imposto de renda – para quem ainda não recebeu e tem direito – e o décimo terceiro salário – pago em duas parcelas – podem ajudar.

Segundo especialistas em finanças pessoais, o destino principal do dinheiro extra deve ser o pagamento de dívidas já contraídas, principalmente aquelas que embutem encargos maiores, como cartão de crédito e cheque especial. Após o pagamento das dívidas, é importante pensar em reservar uma quantia para as contas de início de ano – como IPVA, IPTU, matrícula escolar etc. – além das festas e férias, quando normalmente os gastos são maiores.

Passo a passo

Para quem tem dívidas, o ideal é quitá-las antes de entrar em outro financiamento, por exemplo, para evitar que isso vire uma bola de neve.

Para organizar suas contas, seguem algumas dicas:

- Faça um orçamento detalhado e entenda para onde está indo o seu dinheiro

- Avalie suas contas e faça pequenos cortes. Com certeza, existem despesas que podem ser descartadas

- Separe as dívidas por prioridade e pague primeiro aquelas com encargos altos ou aquelas cuja falta de pagamento pode significar a tomada de um bem

- Renegocie com os credores, caso seja necessário; troque dívidas mais caras por empréstimos mais baratos

- Pague suas contas em dia, para evitar novos endividamentos

- Avalie a possibilidade de aumentar sua receita

- Aprenda com os erros e acompanhe suas contas

Agora, se você está com as contas em dia e pretende planejar um final de 2011 financeiramente tranquilo, o ideal é:

- Traçar metas: o que você pretende fazer até o final do ano e que demandará gastos? Quanto precisa guardar? Com um objetivo concreto, fica mais fácil traçar estratégias de alcançá-lo.

- Pensar em estratégias: como pretende guardar esse dinheiro? Se não tem dívidas, avalie se existem sobras em seu orçamento ou se está gastando demais em itens supérfluos. Essa quantia economizada pode ser destinada para seus objetivos. Mas vale uma dica: estabeleça um valor mensal e inclua esse montante como uma despesa, ou seja, pague-se assim como você paga uma conta. Deixar para guardar o que sobra no mês pode ser uma estratégia frustrada, pois raramente sobra.

- Pesquisar e antecipar-se: sua meta para o final de ano pode ser viajar, realizar uma grande festa de Natal, comprar presentes para toda família etc. Seja lá qual for seu objetivo, pesquise preços e compre com antecedência. A pesquisa serve para que você possa barganhar alguns descontos, comparando os preços com a concorrência. A antecipação das compras permite que você compre com calma e tranquilidade e evite as oscilações de preços – normalmente para cima – das vésperas das festas e férias.

Do Portal InfoMoney
Você gostou deste artigo? Compartilhe:

Deixe seu recado