Warning: preg_match() [function.preg-match]: Unknown modifier 't' in /home/edufinan/public_html/wp-content/plugins/mobile-website-builder-for-wordpress-by-dudamobile/dudamobile.php on line 603
Os investidores estão de volta | Instituto de Educação Financeira

Finanças Pessoais, Notícias

Os investidores estão de volta

Depois de sete meses recuando na Bolsa de Valores, números de investidores individuais volta a subir, assim como participantes da Expo Money no primeiro semestre.

A Expo Money fez um balanço dos primeiros seis meses de 2011. O aumento do número de participantes no maior evento de educação financeira da América Latina mostra uma tendência: a preocupação do brasileiro em relação aos seus investimentos, registrada pela feira, alavanca também a participação de investidores pessoa física na BM&FBOVESPA. No primeiro semestre de 2011, o circuito percorreu seis cidades brasileiras – Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Ribeirão Preto (SP), Recife (PE) e Florianópolis (SC) – e registrou aumento de 17% em relação ao ano passado, atingindo mais de 11 mil investidores. No mesmo período, a Bolsa deu sinais de recuperação e o número de CPFs cadastrados atingiu 603 mil registros; quase 50 mil a mais em relação mesmo período em 2010.

Em maio, após sete meses de queda, a Bolsa teve alta no período, encerrando o mês com mais de 607 mil registros. Antes da data, o último sinal de alta havia ocorrido em setembro de 2010, quando se chegou a maior quantidade de CPFs cadastrados da história: 630.895. Neste intervalo, o número de investidores individuais só caiu, chegando ao menor já registrado: 596 mil.

Com o novo cenário, a Expo Money ampliou a atenção para atender as necessidades dos investidores individuais. Neste ano, as parcerias com empresas de capital aberto para realização das reuniões Apimec (Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais) dentro do evento foram intensificadas. “O Itaú Unibanco, por exemplo, inovou na forma de se relacionar com seus investidores pessoa física e passou a utilizar a estrutura da Expo Money para realizar reuniões da Apimec”, destaca Robert Dannenberg, diretor executivo de Negócios da GEO Eventos, organizadora da Expo Money. Além do Itaú, a Companhia Providência, líder na fabricação e comercialização de não tecidos no Brasil, participou da edição de Curitiba e voltará para a Expo Money São Paulo.

Além dos renomados profissionais do mercado, consultores e analistas que já marcam presença na programação dos eventos, algumas edições do primeiro semestre contaram com a participação especial do economista Luis Carlos Ewald, o Sr. Dinheiro do Fantástico. “É importante ressaltar que a própria cultura da sociedade mudou em relação às finanças e investimentos, como exemplo, está o próprio crescimento no número de visitantes nos eventos”, ressalta Dannenberg.

Futuro financeiro desde já- Uma pesquisa realizada pela Expo Money, neste balanço parcial, detectou que a participação das mulheres cresceu em relação ao ano passado. Destaque para Fortaleza que saltou de 29% para 37% e Ribeirão Preto, a maior porcentagem de presença feminina identificada, com 43% do total de inscritos.

A faixa etária dos participantes aponta que a preocupação com a segurança financeira no futuro começa cada vez mais cedo. Na cidade de Ribeirão Preto, por exemplo, 50% dos congressistas tinham até 25 anos. Em seguida, destacaram-se Salvador com participantes entre 26 a 34 anos, com 37%, e Fortaleza, com 35%. Já na faixa de atuação de 35 a 47 anos, Recife se destaca com 26%.

“Não podemos medir o mercado de investimentos somente por quantidade, mas também precisamos avaliar a qualidade dos investidores que estamos formando. O Brasil tem um potencial evidente e a prova disso é a Expo Money, que entrou em seu nono ano de eventos pelo país”, comenta Dannenberg.

O evento já percorreu seis cidades neste ano e reuniu mais de 11 mil participantes interessados em aprender a gerir suas finanças, eliminar dívidas, iniciar aplicações e dedicar mais tempo aos investimentos para alcançar objetivos de curto, médio e longo prazo. No total, desde que a feira começou a ser realizada em 2003, os participantes já passam dos 250 mil.

Do Portal Fator Brasil
Você gostou deste artigo? Compartilhe:

Deixe seu recado