Warning: preg_match() [function.preg-match]: Unknown modifier 't' in /home/edufinan/public_html/wp-content/plugins/mobile-website-builder-for-wordpress-by-dudamobile/dudamobile.php on line 603
Feira de educação econômica orienta população a reduzir gastos, no ES | Instituto de Educação Financeira

Finanças Pessoais, Notícias

Feira de educação econômica orienta população a reduzir gastos, no ES

A 4ª Expo Money Vitória, maior evento de educação financeira e de investimentos da América Latina, começou nesta quarta-feira (26), no Centro de Convenções, na capital. A feira continua ainda nesta quinta-feira (27), com a participação de palestrantes de peso. Além das dicas de como investir bem o dinheiro, na Expo Money os capixabas poderão aprender como economizar.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto Futura, quase a metade dos habitantes do Espírito Santo (46%) não consegue fazer o salário sobrar no final do mês depois de pagar todas as contas. Os economistas aconselham que as pessoas guardem um pouco do salário todos os meses, para que esse dinheiro reservado possa servir em alguma situação de emergência.

Para a auxiliar de serviço gerais Elci Alves é muito difícil economizar quando se tem dez cartões de crédito e débito e deve R$ 1.442 só de empréstimos. “Quando um cartão já estava cheio de dívidas e não podia mais comprar nele, tinha outros para comprar”, disse.

O especialista em economia Luis Abidal, que está participando do Expo Money, explicou que ter muitos cartões não é ideal. “O uso compulsivo do crédito, principalmente cartão cobrindo gastos de outro cartão. É uma bola de neve que não tem fim”, afirmou.

Segundo o economista, a solução para Elci Alves, que gasta mais do que ganha, é mudar o hábito de compra. “Ela precisa diminuir as compras para que o dinheiro possa dar para ela cobrir as dívidas, ajudar a família e ainda guardar”, disse.

Já o estagiário Gutierrez Rodrigues, de apenas 15 anos, é exemplo quando o assunto é economia. Ele ganha apenas R$ 276 por mês e ainda consegue guardar metade do salário. “Eu gasto com lazer, quando vou ao shopping e quando saio. Minha mãe é a que mais me incentiva a fazer isso”, contou o adolescente.

Abidal explicou que o apoio dos pais é fundamental nesse assunto, pois o hábito de economizar deve ser incentivado desde a infância. “As gerações passadas estavam muito envolvidas com inflação, consumo desenfreado, e muitas vezes não conseguem passar esses ensinamentos para os filhos”, explicou.

Veja o Vídeo
Do Portal G1
Você gostou deste artigo? Compartilhe:

Deixe seu recado