Warning: preg_match() [function.preg-match]: Unknown modifier 't' in /home/edufinan/public_html/wp-content/plugins/mobile-website-builder-for-wordpress-by-dudamobile/dudamobile.php on line 603
Excesso de presentes contamina o espírito natalino | Instituto de Educação Financeira

Artigos, Finanças Pessoais

Excesso de presentes contamina o espírito natalino


Por Celina Macedo

A festa de Natal é um momento de confraternização, de compartilhar alegrias entre os familiares e amigos. É, também, o momento de trocar presentes. O hábito de dar e receber presentes é muito positivo, principalmente quando se busca dar algo que você percebeu que o outro queria muito. É uma prática que demonstra empatia e querer bem. Mas quando os presentes destinam-se às crianças, é bom ter cuidado com o excesso. Presentes não substituem a sua presença na vida do seu filho.

Muitas vezes a avalanche de presentes dos pais somados aos presentes dos avós, tios e  primos deixam as crianças angustiadas a cada abertura de pacote na noite de Natal. Muitas vezes é só isso que elas sentem: angústia. Com tantos pacotes, mal conseguem dizer “gostei, muito obrigada!”. O mais comum é que fiquem sem saber a quem agradar. Não sabem se brincam com os presentes que ganharam dos pais, dos avós ou dos tios. De forma que não é difícil observar as crianças que acabaram de receber inúmeros presentes acabarem brincando com uma caixa vazia ou buscando amparo em um brinquedo antigo.

E como começar a limitar esses presentes? A lista do Papai Noel pode ajudar. Ajude o filho a fazer a lista do que ele quer ganhar e diga que, com certeza, o Papai Noel não vai trazer tudo o que ele pedir. Inclua nessa lista um presente para o seu filho dar a uma criança carente. Esse presente pode ser um dele em bom estado ou um novo, que ele pode ajudar a comprar com parte da mesada que recebe, se assim quiser.

Desde pequenos devemos ensinar o filho a ser generoso e a ter consciência social. Uma forma prática é ir até um orfanato ou creche com o filho para doar aquele que pode vir a ser o único presente de Natal de outra criança. Esse será com certeza um momento inesquecível para o seu filho, que vai perceber que ele tem muito e muitos não têm quase nada. E que, enquanto algumas crianças reclamam dos presentes, outras pulam de alegria quando ganham um brinquedo.

Esses dias que antecedem o Natal são uma ótima oportunidade para ensinar seu filho a planejar o consumo, a fazer pesquisa de preço, a fazer trocas, a esperar e a ser generoso. Não tire aquele friozinho da barriga do seu filho. “O que será que vou ganhar no Natal?” e “será que a criança escolhida vai gostar do presente que vou dar?” são dúvidas que empolgam e valem a pena em todas as idades.

Por fim, não esqueça que na educação dos filhos e, em especial, na educação financeira não vale o ditado “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”. Feliz Natal e um Ano Novo repleto de sucessos pessoais e financeiros!

Artigo Notícias do Dia

Do Jornal Notícias do Dia
Você gostou deste artigo? Compartilhe:

Deixe seu recado