Warning: preg_match() [function.preg-match]: Unknown modifier 't' in /home/edufinan/public_html/wp-content/plugins/mobile-website-builder-for-wordpress-by-dudamobile/dudamobile.php on line 603
Estudo diz que emoção prejudica investidor | Instituto de Educação Financeira

Finanças Pessoais, Notícias

Estudo diz que emoção prejudica investidor

Do Portal Reuters, blog Cecília Valente

Indivíduos ricos que tomam decisões de investimentos baseadas na emoção, em vez da estratégia, podem perder até 20% de seus retornos num período de 10 anos. É o que mostra um estudo do Barclays Wealth.

Seguir uma estratégia de investimentos pode ajudar os investidores a evitar erros custosos, como comprar na alta e vender na baixa quando os mercados estão em crise, afirma o estudo. “Estamos sugerindo às pessoas que não negociem tanto porque isso não é interessante para elas”, diz Greg Davies, diretor de finanças comportamentais do Barclays Wealth.

Essa disciplina rende dividendos, afirma Davies, observando que quem adere a uma estratégia de investimento estruturada fica em média 12% mais rico que aqueles que não fazem isso. Davies e sua equipe de especialistas em finanças comportamentais monitoram e analisam a reação dos investidores às dinâmicas do mercado e estudam como suas emoções afetam as decisões de investimentos.

O estudo (“Riscos e Regras: O Papel do Controle na Tomada de Decisões Financeiras”) destaca que muitos indivíduos ricos espalhados pelo mundo gostariam de ter uma maior força de vontade para manter suas estratégias de investimento. Dois em cada cinco indivíduos ricos disseram que gostariam de ter negociado menos e mantido suas estratégias de investimentos, com esse número chegando a 86% em Taiwan e 70% em Hong Kong.

Os britânicos que participaram da pesquisa mostraram menos apetite pelas regras de investimentos, com apenas um em cada três demonstrando vontade de conter os investimentos emocionais, refletindo os pontos de vista de participantes da África do Sul, Estados Unidos, Austrália e Espanha.

A pesquisa também revelou que a necessidade de uma maior disciplina financeira é mais sentida pelos participantes com 10 milhões de libras (US$ 16,4 milhões) ou mais. Nesse segmento, 45% dos participantes disseram que gostariam de ter um maior autocontrole nas decisões financeiras.

O estudo consultou 400 indivíduos ricos no Reino Unido e mais de 2 mil no resto do mundo.

Você gostou deste artigo? Compartilhe:

Deixe seu recado