Warning: preg_match() [function.preg-match]: Unknown modifier 't' in /home/edufinan/public_html/wp-content/plugins/mobile-website-builder-for-wordpress-by-dudamobile/dudamobile.php on line 603
Educação financeira estimula jovens a poupar | Instituto de Educação Financeira

Finanças Pessoais, Notícias

Educação financeira estimula jovens a poupar

Banco Mundial realizou pesquisa para avaliar o programa educação financeira nas escolas de Ensino Médio no Brasil

A educação financeira de adolescentes tem se mostrado eficaz para formar adultos poupadores, mostra a pesquisa do Banco Mundial para avaliar o programa piloto de educação financeira nas escolas de Ensino Médio no Brasil. Entre os estudantes que tiveram as aulas, ministradas entre agosto de 2010 e dezembro de 2011, 63% poupam pelo menos uma parte da renda, em comparação com 59% dos alunos que não tiveram as aulas.

Também entre os participantes, 16% fazem uma lista de despesas mensais, contra 13% dos que não recebem o conteúdo de educação financeira. A pesquisa revela ainda que a intenção de poupar média dos participantes subiu de 48 para 53, e que houve um aumento de 5% a 7% da proficiência financeira dos alunos que tiveram as aulas.

Ainda de acordo com a pesquisa, os alunos participantes estão mais propensos a poupar e administrar suas despesas, bem como conversar com os pais sobre finanças e ajudar a organizar o orçamento familiar.

As aulas de educação financeira nas escolas brasileiras fazem parte da Estratégia Nacional de Educação Financeira (ENEF), lançada pelo governo em 2009 para elevar o nível da educação financeira brasileira. O projeto piloto de educação financeira para alunos do Ensino Médio foi realizado entre agosto de 2010 e dezembro de 2011, período no qual o tema foi abordado de forma transversal no currículo escolar, em diversas disciplinas.

Esta foi a primeira e até agora única avaliação aleatória de um programa de educação financeira em escolas no mundo. A pesquisa englobou quase 900 escolas e 26.000 alunos de São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Tocantins, Minas Gerais e do Distrito Federal. Foram realizadas três avaliações – uma no início, outra após quatro meses de projeto e outra no final do projeto.

Do portal EXAME
Você gostou deste artigo? Compartilhe:

Deixe seu recado