Warning: preg_match() [function.preg-match]: Unknown modifier 't' in /home/edufinan/public_html/wp-content/plugins/mobile-website-builder-for-wordpress-by-dudamobile/dudamobile.php on line 603
Dinheiro traz felicidade? | Instituto de Educação Financeira

Finanças Pessoais, Notícias

Dinheiro traz felicidade?

Escute a reportagem na íntegra 

(…)As crenças sobre o dinheiro são tão variadas quanto os ditados populares. Quem já não escutou que dinheiro não traz felicidade? E quem já não ouviu também que dinheiro não traz felicidade, mas manda buscar? Porém, ao menos as pesquisa desmentem que dinheiro sempre torna as pessoas mais felizes. E o especialista em finanças comportamentais, Jurandir Macedo Júnior, vai mais além, destacando que o número de pessoas deprimidas é mais elevado entre os mais ricos.

“Tanto é que a revista Forbes fez uma pesquisa com as quatrocentas pessoas mais ricas dos Estados Unidos e descobriu que a satisfação da vida deles era idêntica a da classe média americana e por estranho que pareça, você tinha mais pessoas deprimidas no topo da pirâmide do que na base. Aqui no Brasil a gente vai ver, acho que você tem mais pessoas deprimidas entre as duplas sertanejas que ganham muito dinheiro e fazem muito sucesso do que entre as pessoas do campo, não é?”

No entanto, essa não é uma análise hipócrita, que vende a ideia de que dinheiro não é importante. A falta de recursos pode trazer infelicidade sim. Mas a partir de um determinado patamar, dentro da classe média, com as pessoas ganhando cerca de US$ 50 mil por ano, o dinheiro vai perdendo a capacidade de gerar felicidade.

“Quando a gente pensa em dinheiro , as pessoas pensam assim, poxa , se a gente tiver mais dinheiro eu vou ser mais feliz , essa é a raiz da nossa sociedade . É uma equação que funciona muito bem por duzentos anos, só que desde de 1945 , nos Estados Unidos a venda aumenta , aumenta e o número de pessoas que se declaram felizes vem caindo. Se você sobe a renda de um valor muito baixo até 50 mil dólares, a correlação entre dinheiro e felicidade, ela existe , de zero até 15 mil dólares é extremamente forte, se você pega pessoas que ganham cinco mil ou dez mil dólares você vai encontrar muito mais pessoas felizes no segundo grupo. Só que a partir de 50 mil não há mais correlação.” (…)

Do Portal da Câmara dos Deputados

 

Você gostou deste artigo? Compartilhe:

Deixe seu recado