Warning: preg_match() [function.preg-match]: Unknown modifier 't' in /home/edufinan/public_html/wp-content/plugins/mobile-website-builder-for-wordpress-by-dudamobile/dudamobile.php on line 603
Cuidados para evitar endividamentos na compra dos presentes de Natal | Instituto de Educação Financeira

Finanças Pessoais, Notícias

Cuidados para evitar endividamentos na compra dos presentes de Natal

Do último Natal, a auxiliar administrativa Magna Fagundes de Souza, 34 anos, guarda uma lição. E muitas contas. Nunca mais irá parcelar o pagamento dos presentes em prazos tão longos, como fez na época: entre 10 e 12 vezes.

— Comprar em mais vezes para garantir pequenas parcelas, nunca mais. A gente se perde nos cálculos e acha que vai dar conta. Mas não vai. Prolongar o pagamento não é solução para nada — conta.

Magna ainda não conseguiu se recuperar do “erro”. Comprometida com as contas antigas, ela não pode guardar dinheiro suficiente para este ano, então terá de parcelar novamente os presentes. Mas agora já sabe: não mais do que quatro vezes. O pagamento à vista, que ela tanto almeja, só mesmo no ano que vem.

— Ao menos, aprendi a planejar a organizar melhor meu dinheiro.

Magna faz parte de um contingente de catarinenses que vem colaborando para o aumento do índice das compras a prazo nesta época do ano — considerada a melhor modalidade para o comércio. Uma pesquisa da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina(FCDL) apontou que, em 2011, entre 60% a 65% das pessoas vão parcelar o pagamento dos presentes.

O presidente da FCDL, Sérgio Medeiros, diz que esse comportamento cresce a cada ano, pelas vantagens oferecidas pelas lojas:

— O crediário está cada vez mais facilitado, os prazos mais esticados e os juros mais em conta, e é isso que vem gerando o boom da economia. Pessoas que antes não tinham condições de fazer grandes compras, agora conseguem, — diz.

Já é hora de pesquisar os preços

Para este ano, a FCDL prevê um aumento de 6% nas vendas do comércio em relação ao Natal do ano passado. Mas, para você não passar do limite, ainda dá tempo de se programar e não estourar o orçamento na hora das compras. 
A dica é simples: aproveite os dias que faltam para o Natal – ainda tranquilos – para fazer pesquisa de preços e calcular o quanto poderá gastar (veja quadro). Só depois comece a comprar. Segundo a especialista em educação financeira para pais e filhos Celina Macedo, isso ajuda a evitar as compras por impulso e os gastos em excesso. Principalmente para quem vai usar o cartão de crédito.

— Em geral, a gente abusa com os presentes. O cartão dá aquela falsa impressão de que você sempre tem dinheiro, já que não sente ele ir embora — ensina.

Dicas para não se endividar

::: Se for parcelar uma compra, opte pelo cartão de crédito no lugar do cheque. Isso garante que o dinheiro não saia antes do previsto.
::: Não esqueça das dívidas que aparecem com a chegada do Ano Novo, como IPTU, IPVA e material escolar.

::: Tenha controle total das suas contas. Não esqueça que você, provavelmente, fará compras em mais de uma loja e isso fará com que as parcelas aumentem no final, por mais que sejam pequenas.

::: Evite sempre usar o limite do cartão. Se puder, tente reduzi-lo. Se não for possível, parcele as compras no menor número de vezes que conseguir.

::: Prefira, sempre, pagar as compras à vista. Evite o parcelamento. No final, a economia será bem maior do que se imagina.

::: Evite compras no carnê. Ele é um incentivo para fazer novas compras na hora de pagar.

::: Aproveite que dezembro ainda nem começou para fazer pesquisas de preços: saia de casa só para bater perna na rua, entrando e saindo de várias lojas e anotando o valor dos itens que encontrar. Quando tiver feito isso, volte para casa e analise os preços pesquisados. Reserve alguns dias para pensar sobre isso: se vale mesmo a pena comprar e se não é melhor substituir o presente.

::: Mesmo que tenha dificuldade, procure sempre pagar a parcela integral do cartão de crédito. Se não, a bola de neve só vai aumentar.

::: Faça uma lista com os tipos de presentes que pretende dar. Assim, você vai direto ao ponto e não corre o risco de comprar coisas a mais, nem de gastar acima do que pode.

::: Priorize as duas parcelas do 13º salário para pagar contas em atraso. Se você não tem dívidas, use o dinheiro para comprar à vista os presentes de Natal.

Do Portal Hora de Santa Catarina
Você gostou deste artigo? Compartilhe:

Deixe seu recado