Warning: preg_match() [function.preg-match]: Unknown modifier 't' in /home/edufinan/public_html/wp-content/plugins/mobile-website-builder-for-wordpress-by-dudamobile/dudamobile.php on line 603
Bom para o negócio, bom para o país | Instituto de Educação Financeira

Finanças Pessoais, Notícias

Bom para o negócio, bom para o país

A Revista Itaú Unibanco trouxe em sua 32ª edição o tema crédito consciente a partir da visão de dois especialistas.

Jurandir Macedo é professor da UFSC e doutor em Finanças Comportamentais.

Luiz Veloso é especialista em crédito. Veja o que eles pensam sobre o tema.

Jurandir Macedo

Qual é o papel do crédito consciente para o desenvolvimento do país?

Consciência é um atributo exclusivo do ser humano, é a capacidade de fazer julgamentos. Usar o crédito de forma consciente é pensar antes de escolher. O crédito consciente incentiva a produção e o consumo, gerando um círculo virtuoso de crescimento econômico. Porém, quando é tomado de forma não planejada, pode levar à inadimplência, prejudicando a qualidade de vida das pessoas e comprometendo o futuro das empresas.

Quais são os impactos para os negócios, quando os clientes sabem lidar melhor com suas finanças?

Clientes sem educação financeira tomam crédito de forma errada e acabam não conseguindo pagar o empréstimo. Já quem poupa sem conhecimento investe no produto que não é adequado ao seu perfil e pode perder dinheiro. Isso gera insatisfação e prejudica o relacionamento com a instituição. Um banco líder não pode perder o cliente, por isso precisa ajudá-lo a cuidar de seu dinheiro. Educação financeira é uma estratégia de negócio. Isso é positivo, pois quanto mais bem preparado estiver o cliente, mais e melhores negócios serão feitos.

Luiz Eduardo Veloso

Qual é o papel do crédito consciente para o desenvolvimento do país?

O crédito é uma das principais alavancas de desenvolvimento de um país. Ele tem força para mudar o patamar patrimonial de uma pessoa ou de uma empresa. Mas é preciso usá-lo corretamente. É fundamental que seja usado com um propósito específico e não como um complemento de renda. Caso contrário, o que poderia ser uma ferramenta de desenvolvimento vira um problema.

Quais são os impactos para os negócios, quando os clientes sabem lidar melhor com suas finanças?

Uma vez definido um propósito para o uso do crédito e estando ciente das obrigações que esse uso implica, os impactos tendem a ser positivos. Eles podem se materializar de diversas formas. Para uma empresa, pode significar um aumento de receita. Para um indivíduo pode vir como a realização de um sonho, tal como a casa própria, uma viagem ou até mesmo um filho indo estudar no exterior. Uso consciente do crédito e planejamento andam de mãos dadas. Com um bom planejamento não há surpresas, principalmente as desagradáveis.

Da Revista Itaú Unibanco #32
Você gostou deste artigo? Compartilhe:

Deixe seu recado